Desastres e padrões climáticos

chuva-sc

Além de cidades em São Paulo e no Rio de Janeiro, cidades catarinenses e mineiras também enfrentam as consequências das chuvas de verão. Segundo a Defesa Civil de Santa Catarina, 52 cidades foram afetadas e 28 estão em estado de emergência. Além dos estragos, a chuva excessiva causa interrupção no fornecimento de energia, de água e nos transportes. Em Minas, sob tempestades e chuvas desde o dia 11, já são 98 os municípios em situação de emergência.

No Rio Grande do Sul, o que preocupa é a falta de chuva em algumas regiões. Já são 10 as cidades em situação de emergência devido a estiagem: Aceguá, Bagé, Pinheiro Machado, Pedro Osório, Lavras do Sul, Cerrito, Piratini, Santana do Livramento, Hulha Negra e Herval.

Agora o momento é de solidariedade e de ajudar as famílias afetadas. Mas não podemos esquecer que há padrões climáticos que se repetem, e é a falta de investimentos em medidas preventivas um dos principais fatores a contribuir para situações como as que temos visto.

Com informações do Correio 24 Horas e da Defesa Civil RS.

Publicado por Tatiane Pires

tatianepires.com.br

Um comentário em “Desastres e padrões climáticos

  1. Muito legal a colocação! Realmente, a falta de investimentos acaba sendo um grande problema, apesar de achar que eles se agravam ano a ano devido às ações inconsequentes que fazemos para a natureza. É preciso muita evolução para não corrermos mais estes tipos de riscos. Enfim, como disseste, melhor prevenir do que remediar.

Enviar comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s