Violência obstétrica – a voz das brasileiras

marcha-do-parto-em-casa-porto-alegre-2012

Uma em cada quatro brasileiras sofre violência no parto.
(Fundação Perseu Abramo, 2010)

Violência física com analgesia administrada incorretamente, rompimento artificial da bolsa, episiotomia e outras intervenções realizadas sem o conhecimento ou contra a vontade da parturiente; violência psicológica com a negação de um acompanhante (direito garantido pela Lei nº11.108, de 07/04/2005), atendimento desumano por médicos e enfermeiras. Essas são algumas das agressões à que estão expostas as mulheres que vão aos hospitais para o nascimento de seus filhos.

Chorei a dor dessas mulheres ao assistir este documentário.

Mais informações no blog Cientista que virou mãe.

Publicado por Tatiane Pires

tatianepires.com.br

Enviar comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s