Novo visual com o template Avada

Novo visual com o template Avada

Comecei a fazer templates para WordPress em 2008, com os templates do meu blog. O último foi o TPS Clean Design em setembro/2016, aliás, nunca gostei de escolher nomes para templates.

TPS Clean Design

Apesar de esse ter sido o template que mais gostei entre os que fiz para o blog, ele durou apenas quatro meses. Cada vez que tinha uma ideia sobre algo novo para alterá-lo, precisava editar o código – PHP, CSS ou JS. Na verdade, sempre foi assim com todos os templates que já fiz. Se, por um lado, foi dessa forma que aprendi muito sobre WordPress desde o início dessa jornada há quase dez anos, por outro lado, precisava de recursos para facilitar mudanças da aparência do blog.

No final de 2016, comecei a pesquisar por templates no Theme Forest, que tem o modelo de venda que mais me agradou: pagar uma vez pelo template e continuar recebendo todas as atualizações feitas pelos desenvolvedores. Ao contrário do Elegant Themes, por exemplo, que funciona com um modelo de adesão/membership no qual paga-se uma taxa anual para acesso aos templates.

Recentemente trabalhei, em outros projetos, com X Theme, Bridge e Newspaper. Para o blog, no entanto, a escolha estava entre Avada e TheFox, embora ainda não tivesse tido a oportunidade de usar nenhum dos dois. Apostei no Avada por ser líder de vendas no Theme Forest. Depois de um mês com o novo template, uso um child theme para minhas customizações e estou satisfeita com a escolha. E o plugin Fusion Builder, que faz parte do template Avada, tem uma interface bastante organizada e, mais importante, não é visualmente poluída para editar as páginas.

2017-04-02T16:19:37+00:00 janeiro 2017|Desenvolvimento Web|

Deixar Um Comentário