Desastres e padrões climáticos

Desastres e padrões climáticos

chuva-sc

Além de cidades em São Paulo e no Rio de Janeiro, cidades catarinenses e mineiras também enfrentam as consequências das chuvas de verão. Segundo a Defesa Civil de Santa Catarina, 52 cidades foram afetadas e 28 estão em estado de emergência. Além dos estragos, a chuva excessiva causa interrupção no fornecimento de energia, de água e nos transportes. Em Minas, sob tempestades e chuvas desde o dia 11, já são 98 os municípios em situação de emergência.

No Rio Grande do Sul, o que preocupa é a falta de chuva em algumas regiões. Já são 10 as cidades em situação de emergência devido a estiagem: Aceguá, Bagé, Pinheiro Machado, Pedro Osório, Lavras do Sul, Cerrito, Piratini, Santana do Livramento, Hulha Negra e Herval.

Agora o momento é de solidariedade e de ajudar as famílias afetadas. Mas não podemos esquecer que há padrões climáticos que se repetem, e é a falta de investimentos em medidas preventivas um dos principais fatores a contribuir para situações como as que temos visto.

Com informações do Correio 24 Horas e da Defesa Civil RS.

Receba os posts do blog em seu email!


2011-01-24T01:39:51+00:00 Janeiro 2011|Opinião|

Um Comentário

  1. Cristian Adolfo 24 de Janeiro de 2011 em 14:29- Responder

    Muito legal a colocação! Realmente, a falta de investimentos acaba sendo um grande problema, apesar de achar que eles se agravam ano a ano devido às ações inconsequentes que fazemos para a natureza. É preciso muita evolução para não corrermos mais estes tipos de riscos. Enfim, como disseste, melhor prevenir do que remediar.

Deixar Um Comentário