O dia que os evangélicos fizeram bonito na Parada Gay de SP

O dia que os evangélicos fizeram bonito na Parada Gay de SP

Foto: Jornalistas Livres

Foto: Jornalistas Livres

Ou como escrevi nas redes sociais: o dia que os evangélicos não me mataram de vergonha alheia.

Há muito tempo, parei de dizer que eu era evangélica por causa da homofobia de uns e outros. Passei a dizer, quando perguntada sobre religião, que sou cristã – uma pessoa que acredita em Cristo.

Por isso, acredito que são muito bem-vindas iniciativas como essa que buscam desvincular os evangélicos daqueles que podem comprar espaços na mídia para nos envergonhar com seu preconceito.

Quando foi perguntado sobre qual é o maior mandamento, Jesus respondeu: amar a Deus acima de todas as coisas e ao próximo como a si mesmo. (Mt 22.34-40; Mc 12.28-31). Muitos religiosos estão esquecendo que amar ao próximo é tão importante quanto amar a Deus.

Vale lembrar um texto do blog Diversidade Católica: A militância de Jesus de Nazaré, o Cristo de todos.

Receba os posts do blog em seu email!


2015-06-07T16:10:01+00:00 junho 2015|Opinião|

Deixar Um Comentário