Star Wars: Episódio VII – O Despertar da Força

Star Wars: Episódio VII – O Despertar da Força

Em 2012, assisti ao episódio Ameaça Fantasma quando foi remasterizado para ser exibido em 3D nos cinemas. Mas não tinha assistido aos outros episódios antes de comprar o ingresso, no dia 20 de outubro, para O Despertar da Força. O novo filme apressou a concretização da vontade, que sempre ficava para depois, de assistir as duas trilogias de Star Wars.

Comecei, em novembro, pela segunda trilogia e assisti ao episódio O Retorno do Jedi no dia 8 de dezembro. Se pude fazer uma maratona Star Wars para estar a par de toda a história, por outro lado, agora estou na mesma expectativa que todos os fãs pelos próximos filmes dessa nova trilogia.

ALERTA DE SPOILER. Ao prosseguir a leitura, depois da imagem, não diga que não avisei.

star-wars-the-force-awakens-post-cover

Rever Han, Leia, Chewie, R2, 3PO e Millennium Falcon – que, embora seja uma nave, também se torna a sua maneira um personagem querido – em uma nova história, na minha opinião, tão bem elaborada faz sair do cinema pensando “quando sai o próximo episódio?”.

O final de O Retorno do Jedi deixou pontas soltas para a continuação da história. Será que, ao final dessa nova trilogia, haverá mais deixas para a saga Star Wars prosseguir depois? Ou os Rebeldes conseguirão derrotar o Império?

Mas, antes disso, (SPOILER!) por que Ben entrou de cabeça no lado escuro da Força? Luke se tornou Jedi ao não matar Vader e possibilitar o retorno de Anakin. Então, ao matar seu pai, Ben selou definitivamente a aliança com o mal? Não há mais retorno pra ele?

E quanto a Rey? (SPOILER!) Diferente dos outros Jedis, ao que parece, ela foi capaz de aprender a usar a Força sem nenhum treinamento anterior. Luke foi treinado por Obi-Wan, o Tio Ben, e por Yoda; Rey, neste episódio, no máximo, recebeu uma orientação para “sentir a força” e já fez tudo isso??? Será uma Jedi poderosa!

E a Starkiller Base? Wow! Sim, eu gostei da história. (SPOILER!) Por outro lado, a maneira como os rebeldes escapam dessa nova super arma de destruição foi, essencialmente, a mesma com que escaparam de ser eliminados pela Death Star em New Hope e pela Death Star II em Return of the Jedi. Acredito que a fórmula de desativar um campo de proteção para conseguir atacar o ponto frágil de uma super arma de destruição enquanto os rebeldes escapam, por alguns segundos, de ser eliminados já foi muito bem usada em três filmes. Para os próximos, é preciso inovar.

Quero assistir ao episódio O Despertar da Força, pelo menos, mais uma vez para ter certeza que não perdi nenhum detalhe!

Receba os posts do blog em seu email!


2015-12-18T01:35:16+00:00 dezembro 2015|Entreterimento|

Deixar Um Comentário