Faça uma pausa para o alongamento

Faça uma pausa para o alongamento

pausa-para-alongamento

Durante o horário de trabalho, as atividades, reuniões e problemas para resolver, geralmente, levam a esquecer a ginástica laboral, principalmente se a empresa não conta com um profissional de educação física para incentivar as pessoas a parar por alguns minutos e se alongar.

Muito se fala sobre a importância dessa pausa para alongamento para os profissionais de TI e nas atividades em que se passa muito tempo em frente ao computador, mas toda atividade tem algum tipo de movimento ou esforço realizado repetidamente e que precisa de atenção.

Movimentos repetidos por um longos períodos diariamente podem ser causa de desconfortos, dores e até mesmo lesões. A importância da ginástica no trabalho está exatamente em proporcionar momentos em que são feitos movimentos que ajudam a aliviar a tensão causada pelo esfoço repetitivo.

Na agitação do dia a dia, há quem prefira até trocar a saída para o almoço por algum fast-food para continuar com a concentração voltada para o trabalho, nem mesmo imagina a possibilidade de parar para se alongar. Já que falei em fast-food, essa é sempre a pior opção devido ao alto teor de gorduras saturadas, gorduras trans e sódio, que contribui para a retenção de líquidos quando consumido em excesso. E, poucas horas depois do lanche, a fome volta a bater.

Ficar horas com a concentração voltada para a mesma atividade, ao contrário do que se possa imaginar, não contribui para a produtividade. Informações importantes passam despercebidas e a tensão por não conseguir terminar a atividade rápido aumenta. São diversos os motivos porquê a ginástica laboral é necessária. Além disso, ela proporciona momentos de descontração importantes para o bem estar físico e mental, pois ajuda a aliviar o estresse.

Publicado no blog centauromulher.com em 07/julho/2011.

2011-07-09T15:53:55+00:00 julho 2011|Blog Centauro Mulher|

Um Comentário

  1. Silvia Kochen 27 de agosto de 2011 em 09:47- Responder

    Fiz uma matéria extensa sobre esse assunto, que pode ser lida no seguinte link: http://www.sescsp.org.br/sesc/revistas_sesc/pb/ar

    O grande problema é que as empresas pressionam seus funcionários para trabalhar mais intensamente do que a sua saúde permite.

Deixar Um Comentário